Educação

Mesmo com greve, Vestibular de Inverno da UEM é mantido

Calendário de atividades acadêmicas está suspenso, mas as atividades administrativas básicas seguem normalmente
Câmpus da UEM em Cianorte está com 100% das aulas paralisadas. (Foto: ARQUIVO/TRIBUNA )

Em greve por tempo indeterminado, a Universidade Estadual de Maringá (UEM) está com calendário de atividades acadêmicas suspenso. A medida, porém, não influenciará na realização do Vestibular de Inverno 2019, que tem provas marcadas para os dias 14 e 15 de julho.

De acordo com o diretor do Câmpus da UEM de Cianorte, Alessandro Santos da Rocha, apesar da greve, as funções administrativas da instituição seguem sendo realizadas e o vestibular está mantido.    

“O vestibular está mantido. Nada muda. As atividades acadêmicas que envolvem aulas seguem com calendário suspenso. Já as atividades administrativas básicas e os projetos de pesquisa estão ocorrendo normalmente. Alguns horários foram alterados, mas sem penalizar o atendimento ao público” explica o diretor do câmpus de Cianorte, Alessandro Santos da Rocha.

O vestibular será aplicado nos dias 14 e 15 de julho, em onze cidades paranaenses: Cianorte, Maringá, Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Cidade Gaúcha, Curitiba, Goioerê, Ivaiporã, Paranavaí e Umuarama.

A prova corresponde ao preenchimento de quase 1,5 mil vagas nos 70 cursos de graduação oferecidos pela universidade. (Com informações da Assessoria UEM)