Cidades

Com albergue fechado, moradores de rua são atendidos pelo Caper

Entidade está fechada desde março de 2018 e não tem previsão de reabertura
(Foto: Arquivo/Tribuna de Cianorte)

Na época mais fria do ano, as pessoas que não têm onde se abrigar são as que mais sofrem. Em Cianorte, o Albergue Noturno que atendia cerca de 400 albergados todos os meses, está fechado desde março de 2018 devido às dificuldades financeiras e inadequações em sua estrutura. Aliás, não há previsão para o retorno das atividades. Com isso, o atendimento aos desabrigados está sendo realizado no Centro de Apoio à População em Estado de Rua (Caper), que é uma das atividades do Projeto “Sou Vivo”.

Atualmente, o projeto tem a capacidade de atender 50 pessoas, entre homens, mulheres e crianças. A estrutura ainda conta com psicólogo, enfermeiro e assistente social. No local, os desabrigados podem tomar banho, jantar e pernoitar. Já o almoço é servido por outra entidade do município, a Casa da Sopa.

“Além da pernoite e todo atendimento dado pela equipe técnica, disponibilizamos alimentação na noite para as pessoas em estado de vulnerabilidade social. Contamos com uma grande estrutura de atendimento às pessoas que se encontram em situação de rua, pessoas que estejam passando pela cidade em busca de oportunidade e pessoas que encontram-se com familiares na rede de saúde do município” explica o pastor François Dantas, fundador do projeto, mas que hoje atua como voluntário.

Além de contar com a ajuda da Prefeitura de Cianorte, os recursos para a manutenção do projeto são adquiridos através de doações de pessoas físicas e jurídicas. O Caper ainda conta com uma central, onde uma equipe realiza contatos por telefone pedindo colaborações.

O Caper fica na Avenida Rio Branco, 930, ao lado da Madenorte. Interessados em ajudar podem entrar em contato através do telefone (44) 3018-9123.